Ensino de Matemática e a Formação Cidadã na Cidade de Quelimane-Moçambique

Autores

  • Mirian Célia CAstellain Guebert PUCPR
  • Luis Cinésio Ramirez TAng Universidade Católica de Moçambique

Resumo

Este estudo analisa a contribuição do ensino de Matemática na formação cidadã junto aos estudantes da 7ª classe na cidade de Quelimane. As limitações das práticas interdisciplinares com vistas à formação do cidadão demanda a atuação do professor na educação básica como possibilidade de acesso aos direitos fundamentais. Delimitam-se como objetivos, conceituar educação cidadã e identificar as práticas para a formação da cidadania. Utilizou-se a abordagem qualitativa, por meio da análise dos planejamentos dos docentes, tratados a partir da análise de conteúdo (Bardin, 1979). A discussão se sustenta em Adorno(1995). Os resultados não expressam relações do ensino da Matemática  com  a formação para a cidadania

Biografia do Autor

Luis Cinésio Ramirez TAng, Universidade Católica de Moçambique

Possui mestrado em Investigacao Educativa pela Universidade Pedagogica Holguin(2003). Atualmente é Docente e  Investigador da Universidade Catolica de Mocambique. Tem experiência na área de Educação Básica e Superir.

Referências

ADORNO, Theodor W. Educação e emancipação. São Paulo: Paz e Terra, 1995.

ALVAREZ,Carlos.Tarefas docentes. Santiago de Cuba: Universidade de Oriente, 2002.

ANTUNES, Ângela; PADILHA, Paulo. Educação cidadã, educação integral: Fundamentos e práticas. Produção de terceiros sobre Paulo Freire; Serie Livros, 2000.

ARANTES, A. Afetividades na escola, alternativas teóricas e práticas. São Paulo: Summus, 2003.

ARAUJO, Ulisses F.; PUIG, Josep Maria. Educação e valores. São Paulo: Summus, 2007.

ARIAS, Concepción. La Identidad de la educación cívica, una propuesta a necesidades cívicas. Em Revista Ibero-americana de Pedagogia, Oct - Dic, 2001.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Ed.70, 2011.

CAMPOS, J; ALVES, E. A importância da escola na formação do cidadão: Algumas Reflexões Algumas Reflexões para o Educador Matemático. Revista P@ rtes. São Paulo, ago. 2009.

DIMENSTEIN, G. O Cidadão de papel. a infância, a adolescência e os direitos humanos no Brasil. 3. ed. São Paulo: Ed. Ática. 1993.

GIL, A. C. Como elaborar o projeto de pesquisa. São Paulo: Atlas, 2007.

IZQUIERDO, F. Fundamentos para uma didática da formação da cidadania. Camagüey, Cuba, 2006.

JUNGK, Werner. Conferencias sobre metodología de enseñanza de la matemática 1 e 2. Habana: Pueblo y Educación, 1992.

KESTRINGRING, Bernardo. A educação política do professor e a formação para a cidadania. Dissertação (Mestrado em Educação), 2003.

LIBÂNIO, J. Didática. São Paulo: Cortez, 1994.

MINISTERIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA. Plano Estratégico de Educação e Cultura (1997-2001). Maputo, 1997.

MINISTERIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA. Plano Estratégico de Educação e Cultura (2006-2011). Maputo, 2006.

MINISTERIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA. Plano Estratégico de Educação e Cultura (2011-2016).

VALLE, I. R. Uma escola justa contra o sistema de multiplicação das desigualdades sociais. Educar em Revista, n. 48, p. 289-307, 2013.

VILELAS, J. Investigação: o processo de construção de conhecimento. Lisboa: Sílabo, 2009

Downloads

Publicado

2022-06-24