Canine Visceral leishmaniasis in Itapecerica da Serra, metropolitan region of São Paulo, SP, Brazil: new epidemiological classification

Autores

Palavras-chave:

Cathepsin, Phlebotomine, Epidemiology, Neglected diseases, Canis familiaris, Leishmania infantum., Catepsina, Flebotomíneos, Epidemiologia, Doenças negligenciadas, Canis familiaris, Leishmania infantum.

Resumo

OBJETIVO: As leishmanioses são antropozoonoses consideradas um grande problema de saúde pública e representam um complexo de doenças com importante espectro clínico e diversidade epidemiológica. A leishmaniose visceral é uma doença severa com ampla distribuição geográfica, com uma incidência de dois milhões de casos por ano e 350 milhões de pessoas em áreas de risco, sendo causada pela espécie Leishmania infantum, que possui nos canídeos domésticos o grupo mais importante de reservatórios envolvidos na manutenção da infecção. O objetivo deste trabalho foi avaliar a presença de parasitas do gênero Leishmania spp. no município de Itapecerica da Serra, Cotia e Juquitiba, municípios da região metropolitana de São Paulo, Brasil.

MÉTODOS: Foi realizado o diagnóstico molecular, sorológico e parasitológico (isolamento) em 153 amostras de cães oriundos de abrigos.

RESULTADOS: O diagnóstico sorológico apresentou 9,8% (15/153) de positividade para a pesquisa de anticorpos anti-Leishmania e o diagnóstico molecular específico para Leishmania infantum apresentou 5,2% (8/153) de positividade. O exame parasitológico, nos animais previamente positivos nas metodologias utilizadas no presente estudo, foi realizado através da punção por agulha fina de linfonodo poplíteo e apenas um animal foi positivo do município de Itapecerica da Serra.

CONCLUSÃO: Os testes moleculares específicos para Leishmania infantum corroboraram a presença e circulação do agente nos municípios que integram a região metropolitana de São Paulo. Adicionalmente, desperta a particular atenção para uma nova classificação epidemiológica do município de Itapecerica de Serra, contribuindo com a atualização nas medidas de vigilância epidemiológica da doença no município.

 DESCRITORES: Catepsina, Flebotomíneos, Epidemiologia, Doenças negligenciadas, Canis familiaris, Leishmania infantum.

ABSTRACT

OBJECTIVE: The leishmaniases are a group of anthropozoonoses diseases that are considered a major public health problem, and they represent a variety of diseases with important clinical and epidemiological diversity. Visceral leishmaniasis, a severe form of leishmaniasis, is caused by Leishmania infantum. It has a wide geographic distribution and an annual incidence of two million cases and 350 million people at risk, with domestic canids as the main reservoir. The objective of this study was to evaluate the presence of parasites of the genus Leishmania spp. in dogs from the municipalities of Itapecerica da Serra, Cotia, and Juquitiba, in metropolitan region of São Paulo, Brazil.

METHODS: The molecular, serological and parasitological diagnosis (isolation) was carried out in 153 samples of dogs from shelters.

RESULTS: Serological diagnosis showed 9.8% (15/153) positivity for anti-Leishmania antibodies and molecular diagnosis specific for Leishmania infantum showed 5.2% (8/153) positivity. The parasitological examination of animals previously positive in the methods used in this study was performed by fine needle puncture of the popliteal lymph node and only one animal was positive in the municipality of Itapecerica da Serra.

CONCLUSION: The specific molecular tests for Leishmania infantum corroborated the presence and circulation of the agent in the municipalities that make up the metropolitan region of São Paulo. Additionally, it draws particular attention to a new epidemiological classification of the municipality of Itapecerica de Serra, contributing to the updating of epidemiological surveillance measures for the disease in the municipality.

DESCRIPTORS: Cathepsin, Phlebotomine, Epidemiology, Neglected Diseases, Canis familiaris, Leishmania infantum.

 

 

 

Publicado

2021-08-27