Suporte ventilatório em UTI Pediátrica: estudo observacional.

Autores

Palavras-chave:

ventilação mecânica, desmame, extubação, pediatria, Mechanical ventilation, Weaning, Extubation, Pediatrics.

Resumo

OBJETIVO: Caracterizar o manejo da ventilação mecânica, desmame ventilatório e extubação traqueal nos Centros de Terapia Intensiva Pediátrica (CTIP) do Hospital Geral do Grajaú.

MÉTODOS: Estudo observacional prospectivo realizado no Centro de Terapia Intensiva Pediátrica (CTIP) do Hospital Geral do Grajaú (HGG) durante 9 meses.

RESULTADOS: Foram incluídos na pesquisa, 90 pacientes que estiveram sob ventilação mecânica. Destes, 40 eram meninas e 50 eram meninos. Com média de idade de 5,52 meses. As doenças respiratórias foram diagnostico de internação em 84 pacientes (93,3%). Em 100% dos casos, foi utilizado o modo ventilatório Pressão Controlada após intubação traqueal. Os pacientes foram submetidos à VM em média por 6,6 dias. Em 89 pacientes (98,8%), foi realizado o TRE com PSV. Fizeram uso de VNI pós extubação 73 pacientes (81,1%) com média de 2 dias de utilização. Em 81 pacientes (90%) houve sucesso de extubação.

CONCLUSÃO: A população pediátrica internada em unidades de terapia intensiva pediátrica com necessidade de uso de ventilação mecânica invasiva é em sua maioria do sexo masculino, com menos de 6 meses de idade, com indicação de internação por afecções respiratórias. O uso do suporte ventilatória invasivo foi em média 6,6 dias. Sucesso de extubação traqueal em 90% dos pacientes. Sugerimos maior rigor com relação às descrições dos profissionais de saúde em prontuários eletrônicos. 

DESCRITORES: Ventilação mecânica, Desmame, Extubação, Pediatria.

 

ABSTRACT

OBJECTIVE: To characterize the management of mechanical ventilation, ventilatory weaning and tracheal extubation in the Pediatric Intensive Care Centers (PICC) of the Hospital Geral do Grajaú.

METHODS: Prospective observational study conducted at the Pediatric Intensive Care Center (PICC) of the Hospital Geral do Grajaú (HGG) for 9 months.

RESULTS: Ninety patients who were under mechanical ventilation were included in the study. Of these, 40 were girls and 50 were boys. With a mean age of 5.52 months. Respiratory diseases were diagnosed with hospitalization in 84 patients (93.3%). In 100% of the cases, the Ventilatory Mode Controlled Pressure after tracheal intubation was used. Patients were submitted to MV on average for 6.6 days. In 89 patients (98.8%), the ERT with PSV was performed. Seventy-three patients (81.1%) used NIV after extubation with an average of 2 days of use. In 81 patients (90%) extubation was successful.

CONCLUSION: The pediatric population hospitalized in pediatric intensive care units requiring the use of invasive mechanical ventilation is mostly male, less than 6 months old, with indication for hospitalization for respiratory disorders. The use of invasive ventilatory support was on average 6.6 days. Success of tracheal extubation in 90% of patients. We suggest greater accuracy regarding the descriptions of health professionals in electronic medical records.

DESCRIPTORS: Mechanical ventilation, Weaning, Extubation, Pediatrics. 

Publicado

2021-05-27