Estilos de vida em jovens universitários: aplicação do “FANTASTICO”.

Autores

Palavras-chave:

Estilos de vida, Healthy Lifestyle, Ensino superior, Higher education, Educação em Saúde, Health education, Healthy Lifestyle, Higher education, Health education.

Resumo

OBJETIVO: A entrada na Universidade constitui um desafio de autonomia e afirmação própria/de grupo. Os comportamentos saudáveis devem merecer uma atenção particular de todos os intervenientes e do meio universitário em geral. Este estudo visou conhecer os estilos de vida dos alunos do primeiro ano da Universidade Católica Portuguesa – Porto (UCP).

MÉTODOS: Procedeu-se à aplicação do questionário “Estilo de Vida Fantástico” nas sessões letivas de “Pensamento Crítico”. Os dados colhidos foram tratados no programa SPSS®.

RESULTADOS: Verificou-se que o estilo de vida global destes alunos considerar-se “bom” não se registando diferenças entre os sexos. Contudo, 7,9% dos alunos situam-se nos valores mais baixos da categoria. Os itens em cujo afastamento mais se acentuou foram: atividade física/associativismo, trabalho/tipo de personalidade, nutrição e comportamento de saúde/sexual. Destacou-se com peso elevado o item “família/amigos”.

CONCLUSÃO: Concluiu-se que o “Fantástico” foi o primeiro passo para um diagnóstico e ponto de partida para avaliar as necessidades destes estudantes. Embora a situação se possa considerar favorável importa desde já programar intervenção seja de promoção na componente atividade física/associativismo e nutrição seja de controlo no âmbito do consumo de tabaco e álcool.

DESCRITORES Estilos de vida, Ensino superior, Educação em Saúde.

ABSTRACT
OBJECTIVE:
Entering university is a challenge of autonomy and self/group affirmation. Particular attention should be given to healthy behaviors by all stakeholders and the university environment in general. The current study aimed to investigate the lifestyle of the
first year students of the Universidade Católica Portuguesa - Porto (UCP).
METHODS: The “FANTASTICO Lifestyle” questionnaire was applied in the “Critical Thinking” teaching sessions. The collected data were treated using the SPSS® program.
RESULTS:
It was found that although the overall lifestyle of these students is considered “good” with no differences between genders, 7.9% of students are in the lowest values in the category. The items in which the values were most disparate were physical activity/associativism, work/personality type, nutrition, and health/sexual behavior. The heavy weighting of the item “family/friends”stood out.
CONCLUSIONS: It was concluded that the “FANTASTICO” was the first step towards a diagnosis and represents a starting point to evaluate the needs of these students. Although the situation can be considered favorable, it is important to begin planning interventions now, whether for promotion of the physical activity/associativism and nutrition component, or for control in the context of tobacco and alcohol consumption.
DESCRIPTORS: Lifestyle, University education, Health education.

Publicado

2021-05-27