Effectiveness of cinnamon bark extract in the treatment of allergic rhinitis

Autores

Palavras-chave:

Allergic Rhinitis, Cinnamon, Allergy, Meta-analysis, Rhinitis

Resumo

ABSTRACT

OBJECTIVE: The purpose is to evaluate the effectiveness and safety of intranasal cinnamon extract (CE) in the management of patients with allergic rhinitis (AR). METHODS: This is a systematic review, using the standard methodological procedures recommended by Cochrane to search six databases: Cochrane, PUBMED, EMBASE and LILACS, from database inception up to May 2020, to identify randomized controlled trials evaluating the use of CE in treatment for AR. RESULTS: We included two trials involving a total of 100 participants. The studies were at low risk of bias. All studies had similar participant selection criteria and outcome measurement, enabling a meta-analysis. Both studies used a validated instrument (Rhinoconjunctivitis quality of life questionnaire – RQLQ) for this primary outcome (SMD -1.06; 95% confidence interval (CI) -1.58 to -0.59, P <0.0001). . All studies resulted in at least some clinical benefit with the use of CE compared to placebo. None of the included studies reported any significant adverse effects. CONCLUSION: Despite the evidence from two studies showed certain positive effects of response for CE under evaluation in treatment of AR. We found no evidence regarding the effectiveness of cinnamon bark extract for allergic rhinitis. Well-conducted randomized clinical trials using CE are needed to further advance our understanding of the effectiveness of AR. DESCRIPTORS: Allergic Rhinitis. Cinnamon. Rhinitis. Allergy. Meta-analysis.

RESUMO
OBJETIVO: Avaliar a eficácia e segurança do extrato de canela (CE) intranasal no manejo de pacientes com rinite alérgica (RA). MÉTODOS: Esta é uma revisão sistemática, utilizando os procedimentos metodológicos padrão recomendados pela Cochrane pesquisados em seis bases de dados: Cochrane, PUBMED, EMBASE e LILACS, desde o início da base de dados até maio de 2020, para identificar ensaios clínicos randomizados (ECR) que avaliam o uso de EC no tratamento da RA. RESULTADOS: Incluímos dois estudos envolvendo um total de 100 participantes. Os estudos apresentaram baixo risco de viés. Todos tiveram critérios de seleção de participantes e medição de resultados semelhantes, permitindo uma meta-análise. Ambos os estudos utilizaram instrumento validado (questionário de qualidade de vida para rinoconjuntivite - RQLQ) para o desfecho primário (SMD -1,06; intervalo de confiança de 95% (IC) -1,58 a -0,59, P <0,0001). Todos os estudos resultaram em pelo menos algum benefício clinico com o uso de EC em comparação com placebo. Nenhum dos estudos incluídos relatou quaisquer efeitos adversos significativos. CONCLUSÃO: Apesar dos dados coletados nos dois estudos mostrarem efeitos positivos da resposta do EC sob avaliação do tratamento da RA. Não encontramos nenhuma evidência quanto a eficácia do extrato de casca de canela para rinite alérgica. Ensaios clínicos randomizados bem conduzidos com o uso do CE são necessários para avançar ainda mais em nossa compreensão da eficácia para RA. DESCRITORES: Rinite Alérgica. Canela. Rinite. Alergia. Meta-análise.

 

 

 

Arquivos adicionais

Publicado

2020-11-27

Edição

Seção

Artigos de Revisão Sistemática, Metanálises e Narrativa